EU, A SAUDADE E A VIOLA
(Caca Moraes/Doc Salu)

EU PASSO OS DIAS
VENDO ÁLBUM DE RETRATOS
COM A VIOLA NOS BRACOS
EU E ELA E A SOLIDÃO
MAS EU NÃO ERA
ESSE SER AMARGURADO
QUANDO TANGIA O GADO
NA ESTRADINHA DO VARJÃO
A VIDA DEIXA DE SER MÃE
PRA SER MADRASTRA
QUANDO A GENTE SE AFASTA
DO BARRO DO NOSSO CHÃO
PARECE QUE VAI ESQUECENDO NO CAMINHO
A CADA PASSO UM PEDACINHO
DO PARTIDO CORAÇÃO

E EU VOU CHORANDO
TODO DIA, TODA HORA
DESSA VEZ EU VOU EMBORA
ENCONTRAR MINHA RAIZ
EU SOU CAIPIRA
SOU DO MATO, SOU CAIPORA
E POR DEUS, NOSSA SENHORA,
LÁ EU ERA MAIS FELIZ

ADEUS SAUDADE
ESTOU VOLTANDO PRO REGATO
FEITO UM BOM
BICHO DO MATO
EU ESTOU VOLTANDO PRA FICAR
ONDE É QUE ESTÁ O MEU POMAR
CARREGADINHO DE GOIABA E PASSARINHOS
ONDE EU IA COCHILAR
ABENCOA,VÓ, ABENCOA, VÔ, JUNTOS NA MESA
RECHEADA DE RIQUEZAZ QUE A TERRA SEMPRE DEU

BOM DIA, VENTO, BOA NOITE, TEMPESTADE
QUE AI CONTRÁRIO DA CIDADE
TRAZ FARTURA LÁ DO CÉU

Projetos Relacionados